5 fake news sobre remédios que te ajudam emagrecer

Em busca de um corpo “perfeito”, muitas pessoas acabam fazendo algumas loucuras, dentre elas, procurar por remédios para emagrecer sem ter uma recomendação e acompanhamento com profissionais de saúde. 

Para tornar a situação ainda pior, existem as fake news, que são notícias falsas que circulam com alta velocidade no ambiente digital, trazendo desinformação por onde passam. 

Muitas pessoas buscam receitas milagrosas nesses ambientes, encontrando dicas de alimentos, dietas, produtos e remédios para emagrecer. 

Com isso, podem ser prejudicadas, tanto por estarem diante de uma mentira, quanto ao considerar que tais “soluções” podem, na verdade, impactar a integridade e funcionamento do corpo e seus sistemas.

Diante desse cenário, neste artigo você verá algumas fake news que existem quando o assunto é emagrecimento por meio de remédios, além de conferir algumas dicas que realmente podem te ajudar nesse processo preservando a saúde.

Por que você deve tomar cuidado com alguns remédios?

O primeiro passo antes de falarmos sobre algumas fake news, é reconhecer os motivos pelos quais é importante ter cuidado ao fazer o uso de alguns remédios para emagrecer sem o consentimento profissional. 

Primeiramente, ao ter o apoio de um profissional da saúde, que pode ser um nutricionista ou endocrinologista – ou ainda uma equipe multidisciplinar – aspectos relacionados à origem do aumento do peso e da condição de saúde podem ser avaliados com precisão.

Com esse relatório em mãos, eles podem receitar medicamentos que aceleram o metabolismo, ajudando no controle da ansiedade e, até mesmo, reduzindo o apetite, mas de forma a preservar a integridade física e acompanhando a resposta do corpo aos remédios.

Por outro lado, existem medicamentos que trazem a falsa ideia de emagrecimento, não sendo regulamentados adequadamente, ou trazendo promessas sobre uma queima de gordura, mas que, na verdade, podem trazer malefícios para a saúde e até causar a desidratação. 

Emagrecimento e saúde

É importante ressaltar que, quando falamos sobre o processo de emagrecimento, é importante que ele seja feito, principalmente, para ter uma melhora da saúde. 

Por isso, todo o processo precisa ser monitorado, levando em conta o acompanhamento de nutricionistas, educadores físicos, endocrinologistas e até cirurgiões, caso a necessidade seja identificada ou esse seja um desejo do paciente.

Isso porque muitos profissionais acabam recomendando uma reeducação alimentar, assim como a prática de exercícios físicos para contribuir com esse processo. 

Lembre-se que a saúde é crucial para um emagrecimento efetivo e melhora de vida. 

Assim, da mesma forma que os animais precisam ir para um veterinário 24 horas, e somos impelidos a realizar as consultas rapidamente para preservar os bichinhos, devemos lembrar que as pessoas devem procurar um médico para ter um processo sustentável e saudável.

Isso significa que, para quem deseja emagrecer, o primeiro passo é entender que não existe uma receita mágica para isso, é preciso disciplina e mudança de hábitos.

Ou seja, não tem um remédio milagroso, que irá promover o seu emagrecimento de forma ágil.

Protocolo de emagrecimento saudável e medicamentos

Para o tratamento, o que ocorre é um conjunto de técnicas e ações que visam favorecer o processo de emagrecimento e melhora da saúde e do funcionamento do metabolismo.

É uma ação em conjunto, levando em conta uma alimentação saudável, prática de exercícios e, conforme identificado (e acompanhado) por profissionais, o uso de algumas medicações criadas em laboratório de ensaios podem ser introduzidas ao prontuário também.

De modo geral, esses produtos são voltados a inibição de fome ou, ainda, controle terapêutico, auxiliando no controle dos medos e ansiedades que podem provocar uma alimentação compulsiva. 

Nesse sentido, os remédios possuem a função principal de:

  • Reduzir o apetite do paciente;
  • Controlar a ansiedade que favorece o consumo excessivo de alimentos;
  • Reduzir a absorção de gordura;
  • Acelerar o metabolismo;
  • Trazer a sensação de saciedade mais rápido. 

Cenário de sobrepeso

É fato que muitas pessoas lutam contra a balança por motivos diversos, indo desde aspectos estéticos até, principalmente, por conta de questões de saúde.

Isso porque, em meio a uma rotina cada vez mais acelerada, muitas vezes lanches e fast food são priorizados nos intervalos de refeição por profissionais de empresa de portaria, telemarketing, bancos, escritórios contábeis e demais segmentos de modo a agilizar o almoço para entregar mais resultado.

Além disso, os estresses cotidianos e até o prazer pelo alimento podem fazer com que as pessoas se alimentem mais, e pior. Isso sem mencionar aspectos do próprio organismo, como a tendência ao sobrepeso. 

Consequentemente, o peso tende a aumentar e outros problemas surgem, como a obesidade e problemas cardiovasculares. Inclusive, a própria obesidade pode potencializar quadros respiratórios e de diabetes.

Por isso, é importante buscar qualidade de vida e um dos meios é através da perda de peso.

Mas, como já ressaltamos, esse é um processo que não pode ser feito de qualquer jeito, para não trazer malefícios à saúde do paciente. 

Nesse cenário, existem muitas pessoas que, de forma maldosa, acabam publicando na internet notícias falsas sobre um determinado tipo de substância ou medicamento para emagrecer. 

Nesse contexto, traremos um alerta sobre alguns desses medicamentos. Confira a seguir!

5 fake news sobre emagrecer

Sem a informação correta, você pode cair em uma campanha de produtos que não são verdadeiramente eficazes para a perda de peso, prejudicando sua saúde.

É necessário ter cuidado no momento de realizar algumas ações relacionadas a quaisquer mudanças de hábitos e ingestão de medicamentos, que podem impactar diretamente no bem-estar geral. 

Além disso, é preciso ter atenção a medicamentos e remédios consumidos de maneira descontrolada. 

Isso porque, além de contribuírem para a desidratação, esses produtos podem aumentar a pressão arterial e trazer problemas graves à saúde. Por isso, é essencial fugir das fakes news!

Outro ponto de atenção é a respeito de mitos que estão relacionados ao consumo de certos alimentos e o processo de emagrecimento. 

No decorrer dos próximos tópicos elencamos 5 fake news que devem ser combatidas e que estão relacionadas ao emagrecimento e o consumo de determinados alimentos e remédios.

Confira as dicas que valem tanto para quem trabalha com laudo tecnico eletrico, como para aqueles que cuidam da casa ou prestam consultorias de marketing. Afinal, a saúde é para todos e deve ser adequada às mais diversas rotinas, inclusive as mais agitadas.

  1. Ingerir água e limão com jejum não emagrece

Com certeza você já deve ter ouvido falar que ingerir água com limão ajuda no emagrecimento. 

No entanto, essa informação não tem comprovação técnica. Apesar de existirem alimentos e medicamentos relacionados à melhora do metabolismo, o limão não compõe a lista, e ainda pode trazer riscos, principalmente se essa mistura for a única refeição.

Cabe ressaltar que a ingestão de limão pode contribuir para o aumento da imunidade, mas ainda assim deve ser feito com cautela, sobretudo, em pacientes que têm algum distúrbio estomacal.

  1. Não substitua as refeições por chás ou sucos

Na ideia de emagrecer, muitas pessoas acham que precisam ficar sem comer ou evitar algum tipo de refeição. Por conta disso, trocam o café da manhã, almoço ou jantar por sucos ou chás. 

No entanto, esse tipo de alimento não tem as proteínas e vitaminas necessárias para o corpo e a prática pode ser bastante prejudicial. Isso sem mencionar que tais produtos não produzem saciedade por terem rápida digestão. 

O emagrecimento não deve ser visto como um processo que leva a sacrifícios tão extensos ou perda de nutrientes, pois isso acarreta problemas de saúde.

Por isso, faça todas as refeições corretas, mesmo durante o trabalho em produtoras de filmes.

  1. Comer abacaxi depois das refeições não emagrece

Outro ponto importante e muito discutido é se comer abacaxi depois das refeições emagrece. Mas isso é mito! 

O que ocorre é que o abacaxi contribui com o processo digestivo. Ou seja, possibilita que o alimento seja digerido com mais facilidade.

Isso não traz uma redução do valor calórico do alimento ou evita a absorção das gorduras. Na verdade, apenas torna a absorção de nutrientes e o processo digestivo mais ágil e eficiente.

Isso significa que consumir abacaxi é muito vantajoso, contudo, não impacta diretamente no emagrecimento.

Ou seja, o consuma pelos benefícios que pode trazer para a saúde, como melhora da digestão, aumento da imunidade e proteção do coração. 

  1. Tome cuidado ao fazer exercícios em jejum 

Antes de ir para o trabalho, como o de estruturação de cabeamento estruturado, boa parte das pessoas acaba realizando alguma prática de exercício físico. E isso tende a ser bastante benéfico.

No entanto, muitas pessoas acreditam que fazer exercícios em jejum ajuda no processo de emagrecimento, mas é importante ter cuidado com isso. 

Quando acordamos, as proteínas e glicose estão baixas por conta do período de sono prolongado. 

Quando a pessoa se exercita sem se alimentar, existe um processo de quebra de massa muscular para a produção de energia. 

Ou seja, a pessoa pode perder massa muscular, sem perder gordura. Além disso, devido a falta de alimentação, podem ocorrer alguns sintomas como tonturas, dor de cabeça e náuseas. 

Dessa forma, para fazer qualquer tipo de exercício, é importante ter o monitoramento médico, assim como o auxílio de um personal trainer e avaliar a possibilidade de fazê-lo em jejum de forma adequada.

  1. Carboidratos integrais podem engordar

Os alimentos integrais trazem muitos benefícios à saúde como o aumento de fibras, minerais e até mesmo vitaminas, que são absorvidos pelo corpo com mais lentidão. Por isso, podem promover maior saciedade. 

Contudo, eles também podem engordar se forem consumidos em excesso. 

Não existe uma receita milagrosa em relação ao consumo de integrais, mas é importante que esse consumo ocorra para promover mais saciedade, buscando por alimentos mais ricos nutricionalmente. 

Para fazer o consumo desses alimentos, avalie se é um produto integral por meio da leitura do rótulo. 

Mais ainda, ao receber uma receita que parece milagrosa, é importante desconfiar e não repassar para pessoas por meios digitais, pois isso contribui para a expansão de fake news.

Isso vale dentro do ambiente de trabalho com leitor RFID, assim como no dia a dia em contato com o meio digital. 

Onde encontrar informação com qualidade?

Já que as fake news são prejudiciais à saúde e à sociedade, é muito importante buscar por uma informação de qualidade e verídica. 

Isso é possível por meio da leitura de artigos e da verificação de conteúdo de profissionais relacionados ao setor e que tenham credibilidade no levantamento de dados.

Por isso, a recomendação é verificar o conteúdo por meio de sites jornalísticos ou de sites que sejam confiáveis, do ponto de vista técnico da informação, como artigos e materiais científicos também. 

Ao receber uma mensagem por meio de aplicativos de comunicação, também é muito importante realizar a checagem de modo a não ser enganado.

Diante disso, busque orientação médica, pratique exercícios em alugar sala comercial ou academia, assim como busque melhorar sua alimentação. 

Inclusive, o cuidado com a informação vale tanto para assuntos relacionados à área da saúde e do emagrecimento, mas também para outras pautas que circulam nas redes sociais e na internet. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.


Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!